Hora Oceâno
Olá visitante, seja bem vindo a Kembo Paisagismo, Boa Tarde !!!
Kembo Paisagismo

  Home

  E-mail

  Contato

  Empresa

  Links

ss

  Jardins Japonês

  Jardins Italianos

  Jardins Tropicais

  Jardins Francês

ss

  Dicas

  Mundos das plantas

  Pragas & Doenças

  Projetos Realizados

  Noticas da natureza

  Iniciando o Jardim

  Palavras

  Paisagismo

Uma Reflexão sobre a Construção de nossos Jardins e suas Influências no Desenho da Paisagem*

Podemos considerar como micro-paisagismo o projeto paisagístico de áreas pequenas como pequenos jardins residenciais e jardins de fachadas. Este tipo de intervenção possui uma forte importância na estrutura da cidade, uma vez que o conceito de desenho urbano extrapola atitudes formais do planejador urbano e ganha força em ações individuais (muitas vezes informais) que repercutam na morfologia da paisagem urbana.

Atitudes como a concepção e execução de um jardim residencial repercutem imensamente no desenho de um bairro, por exemplo. Se analisarmos individualmente aquele jardim, de repente não nos deparemos com a sua importância junto ao conjunto paisagístico que vem a ser a reunião de todos jardins deste bairro. Estes jardins com suas estruturas formais e funcionais serão um dos responsáveis pela arborização urbana do bairro. Surge aí o primeiro atributo paisagístico a ser levado em consideração - a arborização e vegetação urbana - o qual traz uma qualificação ao ambiente urbano. Outro atributo que o micro-paisagismo nos remete é o respiro que os vazios dos espaços livres das edificações dão ao desenho da paisagem, podendo ser visto num estudo de skyline. Esta relação de alturas pode criar pontos focais de destaque a elementos já pré-existentes na paisagem do bairro ou cidade, fazendo uma conexão entre diferentes tempos e espaços na história urbana do local.

A existência de jardins residenciais colocam em discussão aspectos culturais urbanos. Em meio ao agito da cidade, um jardim demonstra um ponto de reflexão - quase sempre inconsciente - da verdadeira essência de ser urbano e suas privações cotidianas. A urbanização da cultura humana acabou afastando o homem de questões primárias encontradas na natureza como bem estar, equilíbrio e qualidade de vida. Desta forma, uma intervenção paisagística pessoal como a construção de um jardim em meio ao cotidiano urbano mostra-nos a tentativa de resgate da natureza no desenho da cidade e a estruturação de um verdadeiro ecossistema urbano.

jjj

kkk

bb

Cadastre-se e receba
nosso informativo!

Nome:  
E-mail:
   

 

Kembo Paisagismo todos os direitos reservados
Este site é melhor visualizado com o Internet Explorer 4.0X
E resolução de vídeo de 800X600 pixels.